QUEBRA-OSSOS

Gypaetus barbatus

BIOMETRIAS

Comprimento 100-115 cm

Envergadura 250-285 cm

Peso 4,5 a 7,1 Kg

Possui asas compridas e estreitas e uma longa cauda em forma de cunha. A plumagem pode ser muito escura na sua fase juvenil e tornar-se mais clara com as sucessivas mudas. Mas talvez o que melhor o caracteriza são as barbas escuras perto do bico e o vermelho vivo em redor dos olhos.

O quebra-ossos é um dos maiores abutres do Velho Mundo e está dado como extinto em Portugal. É o abutre mais ameaçado da Europa, onde se estima que existam atualmente pouco mais de 200 casais, 130 dos quais em Espanha. Os únicos quebra-ossos observados em Portugal desde o século XIX são provenientes de um programa de reintrodução a decorrer em Espanha. Esta ave tem um estatuto de conservação “Regionalmente extinto”.

O quebra-ossos nidifica nas saliências rochosas das grandes cadeias montanhosas e alimenta-se quase exclusivamente de ossos, principalmente de ungulados. Pode chegar a alimentar-se de ossos com 20 centímetros, que digere graças ao seu potente estômago que liberta sucos gástricos altamente ácidos. Quando não os consegue comer inteiros, lança-os a partir de altitudes elevadas, em zonas rochosas, para os quebrar em pedaços menores.

Contactos

Antiga Escola Primária, 5230-232 Uva (Vimioso)

+351 92 686 27 70​

palombar@palombar.pt

  • Black Facebook Icon

2018 Palombar